Go to...

Diretor expulso monta chapa para tomar o sindicato

Depois das últimas manobras do Bigu para prejudicar o processo eleitoral do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro, distorcendo a verdade e escondendo crimes cometidos contra a entidade, a Comissão Eleitoral do sindicato divulgou a nova data para realização da eleição da Diretoria e do Conselho Fiscal do SinMed/RJ: de 20 a 24 de março de 2017.
Como diretores do sindicato, vínhamos conduzindo as eleições de forma legal, e a Comissão Eleitoral, então formalizada, cumpria estritamente o que determinava o Estatuto e a condução histórica do processo eleitoral na entidade. Vale destacar que quando a falsa oposição ajuizou as primeiras ações, um dos juízes mandou seguir com as eleições. Somente um determinou a suspensão. Portanto, não houve unanimidade na decisão.

Mas a pergunta que não quer calar é: um diretor expulso do sindicato pode falar sobre eleições?

Nós, da Chapa dos Médicos – que continua sendo, a Chapa 1, entendemos que não. Este senhor, que se apresenta como arauto da moralidade e legalidade, vem reiteradamente ofendendo as pessoas, forjando entrevistas de rádio mentirosas, em veículo de comunicação que envergonha os demais, pois só ouve um lado, e há 40 anos permanece no sindicato, mantendo-se nas costas dos presidentes eleitos. Você já o viu em algum movimento? Sabemos que não.
Para quem não sabe, esse ex-diretor do SinMed/RJ foi destituído da cobrança dos aluguéis das salas pertencentes ao sindicato devido a um desfalque. E destituído por quem? Pela diretoria, por unanimidade. Depois, foi expulso da Tesouraria pelas mesmas razões. Em seguida, foi instaurada uma comissão de sindicância na qual ele se negou a esclarecer os fatos. Tudo documentado! Clique para ler os detalhes na matéria: ” Incompetência ou desonestidade? “

É claro que quem se comporta desse jeito, desrespeitando os médicos, não poderia ter outro destino depois do relatório final da auditoria feita: expulsão do sindicato, conforme prevê o Estatuto da entidade e a CLT. Ele tentou voltar por meio de ação judicial, mas não conseguiu. Processou o ex-presidente por calúnia e dano moral, mas o juiz arquivou o processo e mandou que ele fosse se defender das acusações. Uma vergonha! Agora, responde a processo para devolver esse dinheiro.

Cabe à Comissão Eleitoral expulsar esse péssimo exemplo da categoria. Caso contrário, não nos restará outro caminho, se não buscar no Judiciário a solução deste impasse.

O que se espera agora é que tanto a Junta Governativa, quanto a Comissão Eleitoral conduzam as eleições do SinMed/RJ de forma imparcial, sem partidarização, com isenção, transparência e respeito ao Estatuto do sindicato.

 

A MESA DA OPOSIÇÃO CAIU…
Quem defende o médico apenas em discursos de mesa de bar não pode ter carta branca para comandar a nossa entidade.

A luta continua!

Além da Chapa 1, mais duas chapas concorrem ao pleito. Sem sucesso, tentaram nos impedir de defender os médicos.

Nós da Chapa 1, em nenhum momento suspendemos o trabalho em defesa dos colegas, da mesma forma que fizemos durante o adiamento anterior, determinado pela Justiça do Trabalho; só que desta vez, fomos impedidos de representar o sindicato, porque a diretoria foi desfeita. Mesmo assim, ainda que não como diretores da entidade, mas como representantes da Federação Nacional dos Médicos e alguns, simplesmente como médicos que lutam pelos médicos, mantivemos o apoio e a luta pela garantia dos direitos colegas de vários municípios e de hospitais, que estão enfrentando situações extremamente graves, no que se refere aos salários e condições de trabalho.
Além de tentarem neutralizar o nosso trabalho com a divulgação de informações falaciosas, transformaram o sindicato numa instituição estéril, imobilizada, e indiferente ao sofrimento dos médicos.
Os colegas que já precisaram de nós, sabem que podem confiar! Assim sendo, é muito importante que vocês votem na Chapa 1, que sempre esteve ao lado da categoria médica, nas unidades, na Justiça, nas ruas, nas assembleias.

Quem já precisou de nós sabe que pode confiar

Conheça os integrantes da Chapa 1 – a Chapa dos Médicos
Jorge Sale Darze, Sara Padron Davila, Júlio Moreira Noronha, Mônica Azevedo Vieira, Ney Vallim da Silva, Antônio Carlos Silva Peres, Maria Christina de Castro Fernandes, Roberto de Castro Meirelles de Almeida, Ronaldo Alves da Costa, Carlos Eduardo Sad, Laura Maria Coimbra Benevello, Ivan Antônio Arbex, Rosangela da Motta Almeida, Helder Antônio Agostini de Matos, Elias Morgado Miguel, Zuleica Barbosa Russo, Fabricio de Sá Quintanilha, Rogério Antônio Silva Barros, Hugo Marques Tristão, William Frederico Manne, José Antônio Alexandre Romano, Paulo Roberto dos Santos Rodrigues, Maria Angélica Bello Guedes, Carlos Alberto Morais de Sá, Kátia Valéria da Costa Jayme, Hugo de Castro Sabino, José Ibraim Saad.

Locais de votação

A eleição para escolha da Diretoria e do Conselho Fiscal do SinMed/RJ será realizada de 20 a 24 de março, das 08 às 17 horas, em nove seções eleitorais.

Dia 20/3: SinMed/RJ, Santa Casa, Hosp. Fed. Bonsucesso, Hosp. Pedro Ernesto, Hosp. Andaraí, Hosp. Miguel Couto, Hosp. Fed. Servidores, Hosp. Cardoso Fontes, Hosp. Piedade.
Dia 21/3: SinMed/RJ, Santa Casa, Hosp. Fed. Bonsucesso, Hosp. Pedro Ernesto, Hosp. Andaraí, Hosp. Ipanema, Hosp. Fed. Servidores, Hosp. Cardoso Fontes, Hosp. Pedro II.
Dia 22/3: SinMed/RJ, Santa Casa, Hosp. Fed. Bonsucesso, Hosp. Pedro Ernesto, Hosp. Andaraí, Hosp. Lagoa, Hosp. Servidores, Hosp. Lourenço Jorge.
Dia 23/3: SinMed/RJ, ENSP/FIOCRUZ, Hosp. Fundão, Hosp. Gafrée Guinle, Inst. Cardiologia, Hosp. Lagoa, Hosp. Getúlio Vargas, UniMed/Barra, Hosp. Salgado Filho.
Dia 24/3: SinMed/RJ, INTO, INCA, Gafrée Guinle, Rocha Maia, IFF, IEDE, Hosp. Souza Aguiar, Hosp. Salgado Filho

About admin